Final Fantasy XV Review

Final Fantasy XV

0
226
Final Fantasy XV

 

Final Fantasy XV é o game mais recente da franquia principal da Square Enix.
O game conta com um combate action rpg, sem o antigo sistema de turnos que ocorria na maioria de seus títulos.

Eu joguei pouco mais de 20 horas do game fiz poucas tarefas secundárias.
Mas posso dizer que o game tem muito a oferecer. Existem alguns problemas no enredo que deixaram pontas soltas, cujo a própria square lançou conteúdos adicionais pagos, como a DLC de Gladious e de Prompto.

Fizeram algumas atualizações gratuitas, como o spin off baseado no universo de assassin’s creed. Existe também a parte multiplayer do game, que já entrou em fase beta há um tempo atrás e foi lançada esses dias chamada Comrades.

Final Fantasy XV

A grande jogada da square agora é, por meio de atualização gratuita (Ou via dlcs pagas rs), adicionar capítulos que vão explicar o que se passa após o final do game.Isso vai fazer com que a experiência, que ao meu ver foi boa, porém como campanha principal achei curta, se comparada aos game anteriores da saga.

Que a Square adicione conteúdo de qualidade e seja realmente grátis.
O mundo dos games anda agitado e a expectativa em relação ao remake de Final Fantasy VII, é grande, mas está meio abafada, porque poucos vídeos foram divulgados, não teve aparição na E3 desse ano (2017), e pelo que tudo indica o game só deve chegar depois de 2019.

Existem especulações também para possíveis DLCs de outros personagens do Final Fantasy XV,não sei se isso será realizado mesmo, ou será através da atualização gratuita de 2018.
No geral, o gameplay do jogo às vezes é um pouco confuso.
Mas é muito dinâmico, existem diversos tipos de magia no game, existem os summons do game (Como em todo bom Final Fantasy XV), apesar de serem poucos, ao meu ver, em relação a games anteriores da série.

A dinâmica de combate é boa, você pode fazer ataques combinados com seus comparças,
sendo que, controlar mesmo, você controla apenas o Noctis, mas isso é interessante por um lado. Quando aos gráficos, eles se destacam bastante.

O game é muito bem polído e as animações são belíssimas.

Disse a square uma vez que Noctis foi inspirado em Kurt Cobain, em relação à sua personalidade e ao fato dele renegar suas emoções, guardas as coisas para si, enfim, existe um vasto leque de opções nesse game e ele vale à pena ser jogado.

A história se mostra fraca no início, com uma abertura não tão ”digna”. Porém aos poucos os fatores do game vão crescendo.É preciso algumas horas para poder ”adentrar” no mundo do game em si.

Final Fantasy XVQuando falo disso, falo da experiência de sentir o game como uma obra de arte, com história, com acertos e erros.
É importante ressaltar que muitas missões existem nesse game.Meu ponto de vista em relação à ele é a campanha principal.

Os vilões do game tem uma personalidade atrativa, e quando estamos por volta do capítulo 7, muita coisa começa a ser explicada é tipo ”Nossa, por essa eu não esperava”.
Joguei a versão de PS4 padrão e os gráficos realmente estão muito bons e há poucas quedas de frames em 2018 FFXV será lançado para PC.