Sahar Tabar: iraniana fez 50 plásticas para ficar igual a Angelina Jolie

0
349
Foto da iraniana como foi noticiado pelo site Hollywood Life

As celebridades sempre terão um lugar no imaginário humano, seja pelo nível de popularidade que alcançam ou pelas conquistas que as lançaram ao estrelato. Mas como essa influência afeta a juventude, em geral? Quando essa adoração pelo modo de vida de alguém pode ser negativo? Segundo a Wikipédia, a famosa enciclopédia online, pode beirar ao culto religioso, criando obsessão e alienação.

Do lado das celebridades que fazem exemplos a serem seguidos pelos mais jovens estão Angelina Jolie. Não só ela doou uma grande soma de dinheiro ao Haiti à época do terremoto, como faz parte de diversos projetos humanitários.

Mas no fim, como acontece com todas as mulheres, a sua aparência é o que mais chamou a atenção de uma “celebridade de Instagram” iraniana. Sahar Tabar, de 19 anos, alega ter feito mais de 50 cirurgias plásticas para alcançar o seu sonho de se parecer com Angelina Jolie, mostrando os resultados na sua conta nessa rede social.

Sahar Tabar – Antes

Seguidores da subcelebridade estão divididos quanto ao resultado final. As fotos compartilhadas pela iraniana mostram uma jovem esquálida que lembra muito pouco a atriz americana. Muitos acreditam que algumas das imagens mais icônicas depois da transformação parecem mais com um cos-play da personagem do desenho A Noiva Cadáver (que a própria Sahar Tabar confirma em alguns posts). Outros especulam que a sua aparência atual é proposital porque a instagrammer parece gostar de se maquiar para ficar parecida com figuras sinistras, como zumbis.

 

Sahar Tabar – Depois

Sites que desbancam notícias falsas já postaram matérias dizendo que a aparência de Sahar Tabar é fruto de maquiagem, fazendo uso de imagens onde ela aparece com um rosto menos alterado como comparação.

Muitos famosos deveriam ter a obrigação de adotar um estilo de vida exemplar. Seguir o modo de vida de alguém é a maneira como se aprende tudo, certo? Primeiro os mais jovens imitam os seus pais, que serão os seus primeiros educadores, depois os colegas da turma da escola, ou os vizinhos do bairro ou prédio, professores… Mas chega uma hora em que terão autonomia suficiente para escolherem os próprios modelos a seguir. Resta saber se os exemplos que aí estão para ser seguidos são o que melhor refletem os anseios da juventude.