Resenha: As primeiras quinze vidas de Harry August

0
246
livro: As primeiras quinze vidas de Harry August
As primeiras quinze vidas de Harry August

As primeiras quinze vidas de Harry August, assinado por Claire North, me fez começar o ano de uma forma positivíssima no que diz respeito à qualidade literária.

Que nascemos, crescemos, vivenciamos situações, envelhecemos e morremos todo mundo sabe não é mesmo?  Mas e se esse ciclo não findasse? Se por exemplo, você morresse e voltasse ao ponto de partida novamente?

É exatamente assim a vida de um Kalachakra, como Harry August. Ele nasce, cresce, morre e reencarna no mesmo dia de sua primeira vida. E o mais interessante é que eles carregam consigo memórias das vidas passadas.

Em 1919 Harry inicia sua jornada em um banheiro da estação de trem de Edimburgo. Lá ele nasce, perde sua mãe e posteriormente é entregue a uma família com poucos recursos. Cresce, serve a Segunda Guerra Mundial, tem algumas experiências e sua primeira vida tem fim.

Na sua segunda vida Harry se torna confuso, desconhece o porquê das memórias carregadas consigo. Não entende o motivo pelo qual está vivendo novamente da mesma forma e fica a beira da loucura. Com toda essa incompreensão, Harry é internado em um sanatório e meses depois comete um suicídio.

Já na terceira vida, as coisas parecem estar mais claras. Os questionamentos principais nessa etapa são qual o papel dele no mundo? Porque esse loop existe? E porque retornar para a mesma vida?

Tais dúvidas passam a ser sanadas a partir do momento que Harry toma conhecimento da existência do Clube Cronos, uma sociedade secreta.

O clube reúne os Kalachakras para que eles possam compartilhar experiências entre si e para que aproveitem suas vidas da melhor forma. A função mais importante do clube é manter os acontecimentos históricos exatamente no seu espaço e tempo.

A partir daí cresce no narrador um desejo de aprendizagem e autoconhecimento. Busca verdade e explicação na religião, na ciência e no amor. Sua trajetória não foi nada fácil.

No fim de sua décima primeira vida, uma garotinha se aproxima de sua cama e informa que o fim do mundo está próximo e que ele precisa resolver isso de alguma forma.

Para completar há vários fatos históricos mencionados no livro como, por exemplo: a queda do Muro de Berlim, o Socialismo na Rússia e a Segunda Guerra Mundial. É riquíssima a variedade de informações presentes na obra.

As Primeiras quinze vidas de Harry August entrou, sem dúvida, para a minha lista de favoritos. Tem uma escrita impecável, e uma narração não cansativa, apesar de lenta no inicio. Já vou até atualizar a minha lista de leitura

Título: As primeiras quinze vidas de Harry August

Autora: Claire North

Ano: 2017

Páginas: 448

Editora: Bertrand Brasil

Nota: ✩ ✩ ✩ ✩ ✩