Resenha: O ódio que você semeia – Angie Thomas

0
178
o ódio que você semeia - Angie Thomas
o ódio que você semeia - Angie Thomas

Existem livros que são extremamente necessários e que dialogam com o cenário atual. Meu livro da semana foi O ódio que você semeia, best-seller da Angie Thomas. Devo confessar que eu estava completamente despreparada para essa história. Não é uma leitura fácil e nem bonita. É dura, é real.

Este livro tem como protagonista a Starr, uma adolescente negra que mora no gueto nos Estados Unidos. Starr vive diariamente duas realidades distintas: durante o dia ela estuda em uma escola particular, durante a noite ela vive no gueto.

Para você começar a entender: desde cedo Starr aprendeu com os pais como uma pessoa negra deve se comportar na frente de um policial. 1- Não faça movimentos bruscos. 2- Deixe sempre as mãos à mostra. 3 Só fale quando te perguntarem algo. 4- Seja obediente. Essas regras foram fundamentais para a sobrevivência da jovem.

A história começa quando Starr sai de uma festa junto com seu amigo de infância Khalil. Como eu disse, Starr aprendeu a se comportar diante a polícia, mas Khalil não. Uma suposição errada e o garoto é assassinado. Starr é a única testemunha do crime e é mantida sob a mira da arma até os reforços chegarem. O medo e a injustiça calam sua voz.

Ver como este cenário afeta a jovem em tantos outros aspectos é muito pesado, sério!!

O livro acompanha os desdobramentos pessoais e sociais do homicídio nas semanas que seguem, relatando o estado emocional da Starr. Os julgamentos. Os interrogatórios. Relações pessoais com o namorado e as amigas do colégio.

Um ponto marcante da história diz respeito aos protestos acerca da Khalil, pois o mesmo estava sendo culpado pela própria morte. A mídia e os policiais o taxavam traficante, sem considerar o contexto da ocorrência do crime.

Apesar da história se passar nos Estados Unidos, conseguimos observar essa realidade no Brasil também. Até porque no Brasil a cada 23 minutos, um jovem negro é assassinado.

Eu achei adorável a relação de Starr com sua família. Eles deram uma base de valores incríveis para a garota, ajudaram a superar seus medos. Maverick, seu pai, foi um personagem importantíssimo para o crescimento da garota. Sua mãe, Lisa, é o coração da casa, mas tem uma parte racional relevante.

Há outros personagens durante toda a trama. Chris, namorado da Starr, que vive algumas situações importantes e significativas com ela. As amigas do colégio Maya e Hailey, sendo que a segunda personagem, respectivamente traz tudo o que é desprezível em uma pessoa.

Angie Thomas tem uma escrita fluída e certeira, nos envolve junto com os personagens e com as situações vividas. Ela descreve a realidade de uma maneira sem filtro, sem meias palavras.

O livro foi inspirado no movimento Black Lives Matter (movimento denuncia a violência policial contra jovens negros nos Estados Unidos). O título em inglês, The Hate U Give faz referência à um rap que diz “The Hate U Give Little Infants Fucks Everybody”. Traduzindo:”O ódio que você passa pras criancinhas fode com todo mundo.”

Ver temas importantes como o racismo, o ódio, a coragem, as lutas da mulher negra em um livro voltado para o público jovem, só demonstra a importância desta obra no contexto atual.

Título original: The Hate U Give

Título traduzido: O ódio que você semeia

Autora: Angie Thomas

Editora: Galera Record

Nota