Se você pensa que para visitar ruínas romanas precisa necessariamente ir para a Itália, a resposta é não! Na antiguidade, os romanos dominaram grande parte da Europa e, por isso, é fácil encontrar vestígios dessa cultura mesmo longe de Roma, como no caso do Teatro Romano na cidade de Mérida, Capital da Comunidade Autônoma da Estremadura na Espanha.

Teatro RomanoQuando fizemos o trajeto Lisboa-Madrid de carro, logo listamos quais eram os atrativos que iríamos desfrutar pelo caminho, afinal só dirigir e não passar pelo menos em alguma cidade para aproveitar a viagem não é bem a nossa cara.

E, adivinha o que estava no caminho? Isso mesmo, um complexo inteiro de ruínas romanas que entrou para a lista da UNESCO como Patrimônio da Humanidade  em 1993!

Então, como eu faço para chegar?

Esta atração fica a aproximadamente 340 km de Madrid, sendo que o trajeto até a Capital Espanhola pode ser realizado em 3h e 15 min de carro. Já de Lisboa (que era o nosso caso), fica a 289 km (2h e 50 min de carro).

Chegamos na cidade por volta das 9:30h em um dia chuvoso. Ficamos preocupados da atração estar fechada, mas felizmente conseguimos comprar os ingressos na bilheteria da atração.

Onde posso comprar o ingresso?

Se você vai em poucas pessoas, pode adquirir diretamente na bilheteria da atração ou comprar online. Se o seu grupo for maior de 20 pessoas, você pode adquirir o ingresso com desconto pelo telefone que está disponível no site da atração.

Se quiser verificar o preço da entrada, telefone e os horários disponíveis, clique aqui! Se o seu objetivo é evitar filas e já ir com o ingresso na mão, você pode adquirir o ingresso no site oficial da atração, clicando aqui!

O ingresso inteiro também dá acesso ao Conjunto Monumental (Teatro-Anfiteatro Romanos, Casa del Anfiteatro, Circo Romano, Alcazaba Árabe, Área Arqueológica de Morería, Cripta da  Basílica de Santa Eulalia e Casa do Mitreo-Columbarios).

A experiência!

Teatro RomanoQuando conseguimos entrar no local, ficamos surpresos, já que fomos os primeiros a entrar e conseguimos visitar o local com a maior tranquilidade. É incrível pensar na importância dessas construções romanas, para entender como funcionava o processo de dominação e implantação da sua cultura nas regiões dominadas.

Pelo pouco tempo, optamos por visitar apenas o Teatro e o Anfiteatro Romano. Mas, confesso que deu uma dor no coração de não conseguir visitar as outras atrações. Mais um motivo para um dia voltar ao local!

Depois de uns 30 minutos começaram a chegar excursões para a visitação e o local ficou super movimentado. Assim que entramos no Parque, logo chegamos ao anfiteatro romano, local onde eram realizadas lutas entre gladiadores e também com animais ferozes.

Essas lutas serviam de entretenimento para a população onde havia a influência do Império Romano. Não é uma arena muito grande (como o Coliseu de Roma, por exemplo), mas você consegue ter a dimensão das atrocidades (vistas com o olhar de hoje) que eram cometidas no local.

Teatro RomanoAo andar pelas ruínas, encontramos inúmeras estátuas de Imperadores Romanos em bom estado de conservação. Após sair desse espaço, entramos no Teatro Romano, local onde eram realizadas as encenações artísticas. Realmente incrível!

O que nos chamou a atenção foi a conservação do Espaço que passou por diversas revitalizações, sendo que arquibancada foi toda restaurada sem perder a identidade do antigo espaço.

Até hoje, esse teatro serve para  a realização de festivais que atraem inúmeros visitantes, como o Festival Internacional de Teatro Clássico que acontece desde 1933. Para quem quer te a experiência de ir na época em que esse festival acontece, você pode entrar diretamente no site oficial deste evento, clicando aqui!

Ficou com vontade de visitar, mas ainda não tem um passaporte? Aqui no Glomerado você encontra o passo-a-passo para tirar o documento para embarcar para o destino dos seus sonhos!

Quer viajar barato? Aqui você encontra as melhores dicas para viajar gastando pouco e ainda evitar alguns problemas no seu destino!

Até a próxima!