8 de março – Dia internacional da mulher e dicas literárias

0
215

8 de março, dia internacional da mulher.

O que vem em sua mente quando essa data se aproxima? Flores, presentes, chocolates, um almoço diferente?

No meu caso, a data remete primeiramente as lutas feministas por igualdade, respeito e justiça. Eu tenho orgulho de ser uma mulher, sei que já alcançamos coisas inimagináveis e sei também que ainda temos muito que lutar.

Dentro desse cenário, quis trazer para vocês dicas de livros distintos, em questão de gênero literário. Mas que são escritos por mulheres ou possuem protagonistas femininas e que nos fazem refletir sobre aspectos importantes da sociedade.

01. O conto de Aia – Margaret Atwood 

O conto da Aia - Margaret Atwood
O conto da Aia – Margaret Atwood

Imagine que você vive em um país democrático e de repente há um massacre e todos os políticos são mortos. Imagine, ainda, que esse ato foi feito por um grupo de fanáticos religiosos que decidem implantar uma ditadura. A repressão, o medo e a censura se instalam.

Neste novo governo há uma hierarquia na qual as mulheres perdem todos os seus direitos, sendo “utilizadas” apenas para procriar. Essas mulheres são chamadas de Aias. 

Essas mulheres são mantidas na casa dos políticos que controlam a ditadura e são estupradas por eles. O objetivo imposto a elas é trazer novas vidas ao país “Gilead”.

Conseguiu imaginar? Então convido você a se aprofundar mais nessa ficção científica que também ganhou uma série de tv chamada The Handmaid’s Tale.

02. Todos os Contos – Clarice Lispector

Clarice Lispector é de origem judia, nasceu na Ucrânia no meio dos preparativos de fuga de sua família, pois a própria havia perdido tudo na Guerra Civil Russa.

Eu sei que você já deve ter lido as frases de Clarice vez ou outra na internet. Mas há muuuito, muito mais no que diz respeito as obras dela. Não é atoa que ela ainda é considerada uma das mais importantes escritoras do século XX.

Ainda bem que existe essa coletânea, pois eu não saberia indicar apenas uma obra dessa escritora maravilhosa.

03. Harry Potter – J.K. Rowling

Harry Potter - J.K Rowling
Harry Potter – J.K Rowling

Uma autora que eu gostaria de ressaltar é maravilhosa J.K. Rowling. Não sei como não amar, de verdade. No título eu indiquei a série Harry Potter, que é composta de 7 romances de alta fantasia.

A série narra as aventuras de um jovem chamado Harry James Potter, que descobre aos 11 anos de idade que é um bruxo ao ser convidado para estudar na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Essa série foi um marco na minha adolescência e continua tendo o mesmo valor na fase adulta.

Mas, vale ler também morte súbita e O chamado do Corvo. A escrita dessa autora é fluída e instigante.

J.K. Rowling é uma mulher muito inspiradora também. Quando mais nova passou por diversas situações ruins, teve um relacionamento abusivo e duvidaram também do seu sucesso.

Mas foi um sucesso e vale muito a leitura.

04. O diario de Anne Frank 

O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank

Eu li esse livro quando eu era adolescente e realmente me tocou muito.

O diário de Anne Frank ficou conhecido como um retrato fiel de judeus sob a mira dos nazistas e como era o holocausto. Mas o livro não era somente sobre Segunda Guerra Mundial, mas também sobre a inocência roubada de uma menina que queria apenas viver concretizar seus sonhos e seus objetivos.

Anne foi uma adolescente alemã de origem judaica, vítima do Holocausto. Para se esconder fugiu com mais sete outras pessoas para o Anexo Secreto. Pouco mais de dois anos depois eles foram descobertos e enviados ao campo de concentração.

Anne Frank nem imaginava o poder que ela teria na vida de tantas pessoas com seu diário. Com seus pensamentos. É super indicado!

05. Garota exemplar – Gillian Flyn

Garota Exemplar - Gilian Flynn
Garota Exemplar – Gilian Flynn

Esse livro passa longe de ser uma história encantadora, cheia de clichês e que termina de forma bela e eterna. A trama é intensa, confusa e real. Mostra o quando fundo pode ser o lado escuro na mente humana.

O livro é um suspense que conta a história de Amy e Nick. Um casal que estão completando 5 anos de casados, e neste mesmo dia Amy desaparece misteriosamente.

O livro é intercalado pela visão Nick, e por um diario encontrado de Amy Exemplar. Considero essa questão de narrativa dupla é fantástica, porque conseguimos acompanhar diferente visão de ambos os personagens. Acho válido pra vida saber pontos de vistas distintos. Aconselho.

Um dos temas mais fortes dessa narrativa é sobre “ser mulher”, há diversos questionamentos intrigantes que a Amy coloca em seu diário e que você fica pensando depois.

A autora acertou em cheio e por isso essa indicação <3

Nestas indicações há mulheres de todas as formas e com a mesma ânsia de luta, de orgulho e de amor por ser quem é. E é exatamente isso que eu desejo a todas as mulheres, não só nesse dia, mas tenham orgulho de si, lembrem-se do seu valor. Todos tem voz, inclusive, nós.