Confira dicas para viajar no feriado de 7 de setembro

0
16

Na próxima sexta-feira (7), milhares de brasileiros devem pegar a estrada ou seguir viagem de avião para aproveitar o feriado prolongado de 7 de Setembro fora de suas cidades.

Clique aqui para saber mais sobre as comemorações do Sete de Setembro de 2018.

Para evitar problemas durante o descanso, basta que os viajantes sigam dicas simples antes do passeio.

Carro

1. Planejamento: antes da partida, é importante calcular a distância que será percorrida e conferir as condições de tempo. Sabendo o caminho a seguir, fica mais fácil prever os pontos de parada em postos de combustível para reabastecer o veículo e descansar.

2. Documentação: antes da partida, o motorista deve conferir se está levando a documentação obrigatória, que inclui: Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo.

3. Revisão: para evitar transtornos na estrada, a checagem das condições do veículo é primordial. Por isso, é importante conferir itens como a pressão dos pneus e estepe; verificar se está levando o kit com chave de rodas, triângulo e macaco; avaliar a suspensão, nível de óleo do motor, água e condições dos filtros.

4. Alimentação: quem for dirigir na estrada não pode ter ingerido bebida alcoolica ou tomado medicamentos que alterem a cognição. A multa para quem for pego no teste do bafômetro é de R$ 2.934,70.

Ônibus

5. Bilhete: antes de seguir viagem nos ônibus, é importante conferir as informações impressas no bilhete, como o nome do passageiro. Ele serve de comprovante em caso de perdas, roubos, extravio ou danos à bagagem. 

6. Devolução: se a empresa atrasar a viagem em mais de uma hora, ou se o passageiro desistir até três horas antes da partida, ele pode recuperar o valor do trecho.

Avião

7. Antecedência: a recomendação para quem for partir em voos domésticos é chegar ao aeroporto com duas horas de antecedência.

8. Documentação: para embarcar, é necessário levar a carteira de identidade original ou cópia autenticada.

9. Assistência: uma resolução da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) assegura que as companhias aéreas devem prestar assistência aos passageiros em caso de atrasos ou cancelamentos.

10. Bagagem: as empresas aéreas podem cobrar franquia pela transporte das bagagens. Contudo, os passageiros têm direito a levar malas de mão de até 10 quilos sem custos adicionais.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Polícia Rodoviária Federal, Governo de São Paulo, Viaje Legal, Anac