Relato de viagem: Caminho de Santiago de Compostela – 10 Dicas de como planejar e realizar

0
19
Símbolo e placa sinalizando o Caminho de Santiago de Compostela. Foto: Giovanni Durazzo

O Caminho de Santiago é uma das jornadas mais famosas do mundo! O trajeto, que tem como objetivo chegar na catedral de Santiago de Compostela na Espanha, atrai peregrinos há tempos, mais especificamente desde o século IX, para venerar as relíquias do apóstolo São Tiago, cuja sepultura, dizem que se encontra na catedral.

Diferentes motivos levaram e continuam levando as pessoas, durante todos esses anos, a fazer o Caminho. Porém, hoje em dia, muitos brasileiros ainda não encontram muitas informações sobre como planejar e fazer a jornada.

O Giovanni Durazzo, o Gio, meu amigo de infância, teve a oportunidade de fazer o Caminho de Santiago de Compostela duas vezes e achei que seria bem legal ele compartilhar sua experiência aqui no Vambora! para ajudar outras pessoas a realizaram esse sonho e jornada. Confira abaixo então todas as dicas do Gio, para fazer o Caminho de Santiago. Vambora!

Giovanni Durazzo Caminho de Santiago
Giovanni Durazzo fez duas vezes o Caminho de Santiago. Foto: Giovanni Durazzo

“Seja para ter uma experiência espiritual, religiosa, esportiva ou simplesmente apenas ter a vontade de ir, os Caminhos de Santiago de Compostela atraem muitas pessoas de todo o mundo.

São percursos onde não há a principio um local definido para começar ou terminar, porém o grande marco de todos eles é a chegada na Catedral de Santiago de Compostela, geralmente terminado a jornada, onde estão as relíquias do apóstolo São Tiago, um dos discípulos mais próximos de Jesus Cristo e onde começou a história do Caminho de Santiago.

Ano após ano, o número de peregrinos só aumenta devido a vídeos, filmes, livros e relatos na internet de pessoas que caminharam e contaram um pouco da sua experiência. Agora chegou a vez compartilhar sobre a minha, após ter realizado duas vezes o caminho.

Desde criança sempre me interessei sobre o Caminho de Santiago de Compostela, e dizia que um dia o faria em alguma oportunidade. Em Junho de 2016, após o fim de um relacionamento, estava olhando meu Facebook, quando do nada aparece uma reportagem sobre o Caminho de Santiago. Diz a lenda que o Caminho que nos chama, e de fato, quando isso aconteceu comigo, interpretei como um sinal e na semana seguinte tinha comprado tudo para ir no mês das minhas férias! Iria em agosto, um mês do alto verão europeu, onde a quantidade de peregrinos é enorme.

Caminho de Santiago de Compostela
Numa das cidades e vilarejos durante o Caminho de Santiago de Compostela. Foto: Giovanni Durazzo

Completei em 31 dias os quase 800 km, fiz ótimas amizades, amadureci e refleti alguns pontos da minha vida pessoal e profissional. Porém quando voltei, senti que poderia ter planejado e estudado melhor o Caminho para ter aproveitado mais a experiência, e prometi a mim mesmo que numa nova oportunidade o faria novamente!

Assim, em abril de 2019, três anos depois, chegou a oportunidade de ir pela segunda vez percorrer o Caminho de Santiago! Dessa vez faria o Caminho Francês, o percurso mais popular entre todos, que se inicia na pequena cidade francesa de Saint Jean Pied de Port, já na divisa com a Espanha, e onde se passa pelos Pirineus.

Nessa segunda vez fui num período de frio, que incluiu até neve, mas também menos peregrinos pelo percurso, além de já ter tido a experiência ter realizado uma vez o percurso, fato que para mim fez toda a diferença.

Nessa segunda oportunidade, o objetivo da minha ida foi repensar alguns aspectos da minha vida pessoal e profissional. Estava numa mudança de ciclo e senti que o Caminho, de certa forma, me chamou novamente. Tenho fé que foi a melhor escolha ter refeito o percurso novamente e mudar a minha vida para melhor.

Concha Caminho de Santiago
A concha é o símbolo do Caminho de Santiago de Compostela. Foto: Giovanni Durazzo

Foi dessa vez também que nasceu o desejo de escrever um livro/guia (espero publicar em breve!) para auxiliar, com dicas e conhecimento, outras pessoas que tem interesse em fazer o Caminho de Santiago de Compostela, mas por algum motivo, muitas vezes, não tem coragem ou não vão por falta de informação. Espero dessa forma ajudar a realizar uma transformação na vida de outras das pessoas, pois fazer o Caminho de Santiago é algo único e que só agrega na nossa vida: sejas nas boas amizades, nas reflexões, nas atitudes e principalmente no fato de querer ser uma pessoa melhor.

Enquanto o livro não sai, deixo aqui para vocês algumas dicas e dúvidas essenciais para começar a planejar e realizar o Caminho de Santiago. São dicas que aprendi nessas duas vezes que fiz o trajeto e que me ajudaram muito. Espero que ajudem vocês também! Veja abaixo:

10 dicas essenciais para planejar e fazer o Caminho de Santiago de Compostela:

Placa Caminho de Santiago
Placa durante o Caminho de Santiago. Foto: Giovanni Durazzo

1-) Existem quantos caminhos possíveis para se fazer? Qual é o melhor?

Existem essencialmente seis trajetos para o Caminho de Santiago. Os mais populares são o Francês e o Português, esse iniciando em Lisboa ou na cidade do Porto. Além destes, outros conhecidos são o Primitivo, o Aragonês, o de la Plata e do Norte.

2-) Quanto tempo preciso separar para fazer o Caminho de Santiago?

Depende do trajeto/caminho que deseja fazer. Se for o Caminho Francês inteiro, o mais famoso, em média separe de 30 a 35 dias para completar. Já para o Caminho Português, deixe entre 12 a 15 dias.

3-) Da onde devo iniciar o Caminho de Santiago?

Você pode iniciar a jornada da onde quiser, porém o trajeto clássico começa na França, na divisa com a Espanha, na pequena cidade de Saint Jean Pied de Port.

4-) Quanto custa fazer o Caminho de Santiago?

Depende de pessoa a pessoa, mas geralmente a média de gastos fica entre 30 € a 35 € por dia, incluindo hospedagem, alimentação, lavanderia e farmácia.

5-) Qual o condicionamento físico ideal para fazer o caminho?

Não precisa ser atleta para fazer o Caminho de Santiago de Compostela, porém o recomendado é iniciar com três meses de antecedência, da data da sua viagem, uma preparação física, incluindo caminhadas longas pelo menos 5 vezes na semana. Além disso, vale amaciar e já treinar com o tênis/bota que vai usar para fazer o Caminho, para não sofrer com excesso de bolhas ao longo do percurso.

Inverno caminho de Santiago
Neve e frio no Caminho de Santiago. Foto: Giovanni Durazzo

6-) Mala ou mochila: o que é melhor levar?

Como todo dia você vai dormir num lugar diferente e é preciso levar a bagagem com você, o mais prático é levar uma mochila, pesando até 10% do seu peso corporal, para não ter problemas de coluna e joelho, pelo excesso de peso. Lembre-se que um dos objetivos do Caminho de Santiago é desapegar da questão material e a mochila nesses padrões já é bom início.

7-) Onde se dorme durante o Caminho de Santiago de Compostela? Como são as hospedagens?

Pelo Caminho existem alguns albergues municipais, de igrejas, hostels privados e também hotéis. A escolha de onde você vai dormir depende muito do seu bolso, se está sozinho ou acompanhado e da forma que quer vivenciar essa experiência.

Caminho de Santiago de Compostela
Foto: Giovanni Durazzo

8- ) Como é a alimentação durante o Caminho?

Esse é um ponto que muitos não dão importância, porém é fundamental no sucesso da sua jornada. Uma alimentação rica em calorias e com bastante variedade de alimentos, para obtenção das vitaminas, proteínas e todos os nutrientes que o peregrino necessita, é fundamental! Normalmente o Pelegrino faz várias pequenas refeições durante o dia, sendo uma principal, o famoso “menu peregrino”, onde muitos locais pelo caminho oferecem uma boa refeição, por um preço bem econômico.

9-) Qual melhor época para fazer o Caminho de Santiago?

O mais recomendado é ir entre abril a novembro, pois na época de inverno muitos estabelecimentos ficam fechados e uma parte do caminho pode nevar, o que pode dificultar mais a viagem.

10-) Posso fazer o Caminho sozinho ou melhor ir com mais pessoas?

Há pessoas que iniciam a viagem sozinhas, outras em casal e também aqueles que organizaram grupos. A escolha é sua. Independentemente da forma como você iniciou, o importante é durante o Caminho conseguir ter momentos apenas para você, além de também dar a chance de conhecer outros peregrinos e fazer novas amizades. Isso faz parte do crescimento e da magia do Caminho de Santiago!

Gostaram das dicas do Gio sobre o Caminho de Santiago? Esperamos que as dicas dele ajudem a começar a planejar sua jornada! Você já foi ou tem mais dúvidas e curiosidades sobre o Caminho? Deixe aqui nos comentários sua experiência ou dúvida e ajude também outros viajantes. Vambora!

*** VEJA TAMBÉM:
Seguro viagem Europa é obrigatório: entenda o porquê e como fazer
Imigração na Espanha: alguém já teve algum problema?
Onde se hospedar em Barcelona: Hotéis e Regiões

Este artigo foi publicado originalmente no Blog Vambora!