CELINTBRA CHEGA AO MERCADO OFERECENDO CERTIFICAÇÕES PARA CONSELHEIROS DE ADMINISTRAÇÃO E CONSULTIVOS

0
12

Por Davi de Souza (davi@petronoticias.com.br) –

wanderlei-passarelaA BRA Certificadora e o Centro de Estudos em Liderança e Governança Integrais (CELINT) uniram forças e criaram a joint venture CELINTBRA. A empresa nasce focada em oferecer certificações em governança para conselheiros de administração e conselheiros consultivos. O diretor executivo da CELINT e um dos sócios da CELINTBRA, Wanderlei Passarella, explica que o Brasil ainda carece dessas qualificações e por isso surgiu a ideia de criar a nova companhia. “Conseguimos encontrar uma empresa canadense, que fechou um contrato conosco para trazer a certificação para conselheiro de administração internacional, chamada de Pro.Dir. E criamos também uma para conselheiro consultivo, que chamamos de ConCertif”, detalhou. Passarella explica ainda alguma das vantagens oferecidas aos profissionais que optarem por passar por esse processo, como o nível de profundidade sobre a dimensão internacional na governança. No caso específico da ConCertif, o executivo diz que a certificação é voltada às empresas médias que ainda não têm conselho ou que estão planejando formar um. “Esse conselheiro consultivo vai ganhar uma qualificação para atuar nessas empresas, para converter a governança dentro dos requisitos mais importantes para este tipo de organização”, concluiu.

Como surgiu a ideia de fundar a joint venture?

Eu fui executivo por mais de 30 anos. Fui presidente da Petroflex, uma empresa que era da Petrobrás e depois foi privatizada. Eu participei do processo de venda da empresa para a Lanxess. Quando saí dessa área executiva, em 2013, passei a me dedicar a conselhos de administração. Eu já tinha uma carreira de conselheiro há algum tempo. E surgiu a oportunidade de me dedicar somente a isto e fui bem sucedido. Hoje, estou em cinco conselhos de administração e passei a fazer mentoria para executivos, através de uma empresa de transição de carreira chamada STATO. Tive a oportunidade de ajudar mais de 150 executivos a se reposicionarem em suas carreiras.

Com esse conhecimento sobre conselhos, governança e mentoria, surgiu a ideia de montar um programa para ajudar os profissionais a se reposicionarem como conselheiros. Eu montei um programa bem customizado e rápido – um workshop que durava um dia inteiro – com sessões de mentoria. Isso começou no ano passado e hoje já estamos na sétima turma.

Depois, surgiu também a ideia de fazer também certificações para esses profissionais, que também demandam uma certificação paralela para se apresentar no currículo um processo mais profundo. Foi quando eu procurei a BRA Certificadora.

E como foi a construção dessa parceria?

Conversando com o Tiago Martins, diretor executivo da BRA Certificadora, surgiu a ideia de fazer a joint venture, para buscar uma certificação internacional para conselheiros. Acho que o Brasil carece disso. Temos muitos altos executivos que já transitaram por vários países e poderiam se tornar facilmente em conselheiros internacionais. Foi aí que vimos que fazia sentido nos unir e criar a CELINTIBRA.

Conseguimos encontrar uma empresa canadense [Governance Solutions], que fechou um contrato conosco para trazer a certificação para conselheiro de administração internacional, chamada de Pro.Dir. E criamos também uma para conselheiro consultivo, que chamamos de ConCertif. Isto foi lançado semana passada e já estamos com várias pessoas nos procurando para se inscreverem, comprovando que nossa tese estava correta. 

E quais são as perspectivas a partir de agora?

tiago martins

Thiago Martins, diretor executivo da BRA Certificadora e um dos sócios da CELINTBRA

A nossa expectativa é muito boa. Porque nesse primeiro momento já vimos várias pessoas querendo se inscrever. E ainda tem um crescimento constante da necessidade de governança nas empresas. Percebemos que não só os profissionais precisam ganhar mais competência, mas as próprias também empresas precisam. Muitas delas nem sabem as vantagens que existem em implantar uma governança.

Nos últimos seis anos, eu trabalhei com consultoria para implantar governança e avaliar melhorias de governanças já instaladas. Então, eu vejo claramente que quando você consegue colocar uma boa governança em uma empresa, ela dá um salto de qualidade das relações internas. O ambiente fica mais bem gerenciado e tranquilo. As decisões são tomadas de acordo com um fórum, que debate as questões.

São muitas vantagens a um custo muito baixo. Comparativamente com outras soluções do mercado, a governança tem um custo benefício muito bom. E a maioria das empresas não sabem disso. Mas estamos muito otimistas com a perspectiva de levar esse conhecimento. Através da certificação de conselheiro consultivo, sabemos que vamos formar profissionais que vão bater na porta das empresas e dizer que isso [a certificação] é algo bom. Isso pode gerar uma cascata construtiva e positiva de fortalecimento do empresariado nacional.

Os temas governança e compliance têm crescido muito de importância no setor de óleo e gás. Como vocês enxergam este mercado?

Nós temos um carinho especial para a área. Tanto o Tiago quanto eu somos desse setor. Olhamos com muito carinho para o setor. Conhecemos não só as questões de governança da área, mas também os detalhes do mercado, seus desafios e barreiras. Acompanhamos muito bem o que acontece na Petrobrás. Temos parceiros que, inclusive, já foram da direção de governança e compliance da Petrobrás. Temos uma posição forte nisso. 

Sabemos que existem fornecedores do sistema que precisam urgentemente ganhar essa visão de governança e compliance. Assim, toda a cadeia se fortalecerá e não apenas as grandes empresas. 

E quais são as vantagens das certificações oferecidas pela CELINTBRA?

A grandes vantagem do Pro.Dir é que é um curso extremamente aprofundado. A certificação é composta de 20 módulos, com vídeo aulas e material de leitura. É preciso se submeter a uma exame prático final, que é submetido aos canadenses da Governance Solutions, que avaliam se o executivo está qualificado para receber a certificação. Posso garantir que esta é uma certificação muito profunda. Outra vantagem é que pode ser feita 100% online. É recomendada para quem quer se aprofundar na dimensão internacional na governança.

E quanto ao ConCertif?

Esta é uma certificação em três níveis. Uma das suas grandes vantagens é que ela é voltada às empresas médias, que ainda não têm conselho ou que estão planejando formar um. Esse conselheiro consultivo certificado vai ganhar uma qualificação para atuar nessas empresas, para converter a governança dentro dos requisitos mais importantes para este tipo de empresa. Durante este programa de certificação, nós oferecemos essas ferramentas em níveis, de forma que o executivo vai ganhando mais profundidade. A certificação acontece totalmente aqui no Brasil, com professores qualificados, iminentemente práticos. Os instrutores são egressos do mundo empresarial. Estamos seguros que vamos fazer a diferença com o ConCertif.